Vergonha | Resenha crítica do livro de Brittainy C. Cherry

3 semanas atrás
88

“Sempre e para sempre”

Sabe aquele livro que você olha para a capa e diz “não deve ser bom”? É o que eu fiz com Vergonha de Brittainy C. Cherry e o conteúdo é maravilhoso. 

Tudo começa com o “divórcio” de Grace e Finn e eles voltam para Chester, Georgia. Uma cidade pequena onde os boatos correm rápido. Foi então que Grace descobriu que Finn queria terminar o relacionamento porque estava apaixonado pela melhor amiga de Grace, Autumn.

Nesta cidade encontramos Jackson, entrando para um lado pessoal, foi internado por drogas assim como eu já fui. A rota de fuga dele é o sexo, mas quando conhece a “princesa” ele muda de ideias.

Há dois problemas, um: o pai de Jackson é alcoólatra. Dois: a família de Grace odeia Jackson e seu pai. 

Todo esse ódio é explicado no final do livro. Há muitas lições que eu aprendi sobre amar à mim mesma, olhar o outro diferente do que todo mundo julga, esse livro significa o mundo para mim.

Você aprende que tem que conhecer você mesmo antes de amar outra pessoa, a personagem sempre pedia o mesmo que o marido dela, então nem ela sabia o que ela gostava, e Jackson fez ela descobrir o que ela gostava de verdade.

É um livro que me fez refletir muito sobre auto conhecimento, não julgar as pessoas baseado naquilo que os outros dizem e que o amor tem seu tempo.

“Algumas vezes, a melhor coisa para um coração partido é um livro que faça você rir”