Instrumentos Mortais 1/Cidade dos Ossos | Análise sobre a obra!

2 semanas atrás
62

“O menino nunca mais chorou e nunca mais se esqueceu do que aprendeu: que amar é destruir e que ser amado é ser destruído.”

Hoje eu trago a obra aclamadíssima chamada Instrumentos Mortais 1- Cidade dos Ossos, por enquanto será só do primeiro, Cassandra Clare escreveu seis volumes de Instrumentos Mortais e tem mais duas sagas, As Peças Infernais e Os Artifícios da Terra.

Eu gostaria de comparar o filme com o livro. Não irei comparar com a serie pois ainda não vi. No livro você se apega aos personagens muito facilmente, o Jace é o homem perfeito de exemplo de bad guy  e Clary é forte o bastante pra aguentar os tombos do livro.

O livro é basicamente Caçadores de Sombra, que caçam demônios e mantém o Submundo sobre controle com a Clave. Há muitas historias que você fica realmente louca se perguntando em quem confiar. Valentim é o personagem do mal, e SPOILER é pai de Clary. O livro tem um desfecho de querer mais e mais da saga, enquanto o filme mudaram toda a história, o final não tem nada a ver com o livro.

No filme o final aparece o Valentim no Instituto e obriga Clary a beber o Cálice, enquanto que no livro eles vao até um galpão esquecido, que é onde deveria ser o segundo portal de Nova York (no livro só há dois portais, um na casa da bruxa Dorothea, que acaba morrendo e nesse galpão) e Clary e Lucke, um licantrope, antes um Caçador de Sombras, lutam contra Renegados e enfim Clary encontra Jace, por quem está apaixonada, só que Valentim confessa que os dois são irmãos. Não há nada de beber no Cálice Sagrado.

O livro termina com Valentim fugindo com o cálice e o portal por qual foge é destruído. Jace guarda um pedaço do portal, onde consegue ver sua antiga casa e Clary, acaba mal por descobrir que o personagem do mal era seu pai e o garoto que havia beijado era seu irmão (será?)

sinopse original:

O primeiro volume da série best-seller Os Instrumentos Mortais, de Cassandra Clare Depois ser apresentada ao Mundo de Sombras e a Jace ― um Caçador que tem a aparência de um anjo, mas a língua tão afiada quanto Lúcifer ―, Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar ― e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai? Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.

Trailer do Filme