Anúncios

As Peças Infernais | Resenha sobre a trilogia

1 mês atrás
187

“o mundo antes de Os Instrumentos Mortais”

A trilogia se passa nos anos 1800, bem na época de revolução industrial, e por isso o vilão, Mortmain, usa autômatos para acabar com os Caçadores de Sombras. Se ele tem um motivo? Leia esta trilogia, não é necessário ler Instrumentos Mortais pois são séries diferentes, mas se quiser conhecer o mundo da Cassandra Clare e a ordem de leitura, aqui o esquema:

Bom, o livro começa  com Tessa indo para Londres para se encontrar e morar com o irmão, pois sua tia havia morrido em Nova York. E ai, DEU TUDO ERRADO!

Ela é sequestrada pelas Irmãs Sombrias e descobre que é uma Metamorfa, consegue se transformar em outras pessoas segurando algo que pertence à elas.

ENTÃO…Aparece o estimado Will Herondale para resgatá-la. As Irmãs Sombrias, Sra. Dark e Sra. Black enviariam Tessa para o Magistrado para casar-se com ele. Will a tirou dessa emboscada.

Até então, Tessa não sabia o que era, e, quando entra no Instituto dos Caçadores de Sombras de Londres descobre que é uma feiticeira.

As pistas sobre o Magistrado caíam em De Quincey, um vampiro muito famoso no Submundo, PORÉM FORAM ENGANADOS! De Quincey apenas trabalhada para o Magistrado, que possuía autômatos capazes de matar pessoas, e seu propósito era acabar com os Caçadores de Sombras.

Mas Giovanna, onde foi parar o irmão de Tessa?

Pois é, ele fora resgatado de De Quincey e levado ao Instituto. Ficara de cama por dias e se apegou muito com uma Caçadora, Jessamine Lovelace.

Acontece que Nate, na verdade, trabalhava para o Magistrado, e acabou revelando tudo sobre os Caçadores de Sombras.

O final do primeiro livro é bem confuso, porque até agora não conseguiram encontrar o Magistrado, que ainda exigia Tessa para ele.

Agora vamos para o segundo livro:

O Instituto tem 15 dias para encontrar o Magistrado, de acordo com o cônsul, mas o que acabam descobrindo é que Benedict Lightwood transgredia as leis dos Caçadores de Sombras e dormia com demônnios, acabou pegando varíola demoníaca e escondeu de todos, porém um de seus filhos acredita no Instituto e deixa a família. Mesmo a frase sendo “família antes de Leis”, ele decide abandonar a família. Ainda fica apaixonado pela criada do Instituto, Sophie Collins.

No fim, Benedict é recusado pelo cônsul de controlar o Instituto e continua nas mãos de Charlotte Branwell.

Tessa está noiva de Jem, mas não sabia que Will nutria sentimentos por ela até o dia que Jem a pediu em casamento. Ele se declarou e ela ficou sem graça e contou sobre o pedido de casamento. Essa parte eu chorei por sentir a rejeição de Tessa por Will, apesar de ela amar Jem e Will.

Terceiro e último livro:

Esse é de chorar 3/4 do livro. Jem está doente cada dia mais rápido (uma maldição foi jogada nele, e tem que usar uma droga chamada Yin Fen.)

Tessa irá se casar com Jem, mas ela acaba sequestrada pelo Magistrado e é mantida presa. Charlotte sabe onde eles estão, porem o Cônsul se recusa a ouvi-la e não manda reforços. Magnus Bane, provando ser sempre o mais querido de todos, consegue com a ajuda de Henry, um portal para se locomover, com isso, Charlotte, Henry, os filhos Lightwood e Magnus vão até onde Tessa está.

E Jem? Pois é… Só lendo para você saber.

A trilogia pode ser lida sem ler os outros livros de Cassandra Clare, e é uma trilogia maravilhosa. Eu chorei bastante.

Deixei bastante coisa sem falar para não estragar a surpresa na hora de ler.

Anúncios