Zona de Combate | Crítica do filme original Netflix

1 mês atrás
60

O filme Zona de Combate estreou esse mês na Netflix trazendo Anthony Mackie que interpreta Leo, um androide de ultima geração criado pelo governo como arma de combate para enfrentar a guerra, poucos sabem de sua real origem. Thomas Harp (Damson Idris) é um piloto de drone que foi designado a trabalhar com Leo (Anthony Mackie) após desobedecer uma ordem direta de seu comandante.

Ao longo do filme vemos muitas cenas que confundem o telespectador, pois ora vemos Leo ser o mocinho, ora vemos ele tomar certas atitudes suspeitas que faz com que tenhamos duvidas sobre sua criação. As cenas de ação do filme não deixam a desejar, e podemos conferir a potencia da força do androide no mano a mano.

Alguns pontos ficaram perdidos no ar, falas que davam a entender uma coisa, mas no fim não fizeram sentido nenhum ao longo da trama, mas acredito que o filme como um todo é bom. Não é dos melhores no ramo de guerra, mas traz um resultado satisfatório.

O elenco conta também com Pilou Asbæk e Michael Kelly. Confira a seguir o trailer e sinopse do filme.

Sinopse:

Em um futuro próximo, um piloto de drone e um androide ultrassecreto trabalham lado a lado no campo de batalha para evitar um ataque nuclear.

Confira mais originais da Netflix clicando aqui.

%d blogueiros gostam disto: