Sua dose diária de Notícia Nerd

Euphoria | 5 motivos para assistir a nova série da HBO (sem spoilers)!

A primeira temporada de Euphoria foi um verdadeiro sucesso para a HBO! De acordo com a emissora, os episódio de Euphoria tiveram um aumento de 160% devido às plataformas de streaming do canal, o que deixa com que cada episódio tenha uma média de 5,6 milhões de telespectadores (até agora). A audiência foi definida como “extremamente alta” para uma série da HBO.

Mas essa série não é para qualquer um. Sendo da HBO, já podemos ter uma ideia do que vem pela frente (se olharmos Game Of Thrones), mas Euphoria aborda muito mais do que você imagina. Então aqui estão alguns motivos para se assistir esse hino de série!

5. História

Vamos começar pelo básico.

Rue (Zendaya) é uma adolescente viciada em drogas e, após uma overdose que a mantém internada no hospital por um bom tempo, ela tem que voltar para a escola e ficar “limpa” se ajustando a essa realidade escolar e tentando sobreviver ao dia a dia.

Euphoria é um drama adolescente, o que já pode causar uma hesitação por parte dos telespectadores, que esperam uma abundância de clichês, abordando tudo que outras séries do mesmo tema abordam: sexo, depressão, bullying, vício, entre outras coisas. O fator que deixa essa ser uma série diferente das outras é a maneira que se aborda tais assuntos, com poucas cores e humor.

A série é colocada na perspectiva de Rue, seus medos, suas inseguranças, suas teorias e conclusões do que acontece com tudo e todos ao seu redor. O vício a fez se isolar, gostar de ficar sozinha, isso até Jules, uma garota trans, chegar em sua vida.

4. Produção

A primeira temporada de Euphoria tem 8 episódios que são pura obra de arte em relação a sua direção. A fotografia, a iluminação, os ângulos, todos esses fatores ajudam a te manter interessado em uma série, um filme ou um vídeo.

Com uma baixa iluminação, mas com um certo uso de cores e contraste, a série fica com um ar mais obscuro, mais realista e emocionante. Os ângulos usados capturam a essência do que a história quer transmitir ao público.

Não podemos falar de Euphoria sem mencionar a icônica maquiagem usada! Não precisamos falar sobre isso, apenas mostrar! Obrigada Donnie Davis (maquiadora do elenco), por essas obras de arte!

A série também tem uma trilha sonora forte e emocionante. Um ótimo exemplo disso é a música All for Us de Labirinth, com participação da própria Zendaya. A música é tocada no último episódio da temporada em uma das cenas mais emocionantes da série até agora, sendo cantada por Rue. A música já tem mais de 6 milhões de streams no total (somando YouTube com Spotify). Ouça ela logo abaixo!

3. Elenco

Uma das melhores partes dessa série com certeza é o elenco. Não só apenas por alguns serem conhecidos e pela clara amizade entre eles, mas também, obviamente, pelo fato do nível de atuação que os atores levam às telas.

A que mais se destacou, pelo menos nessa primeira temporada, foi Zendaya, nossa protagonista Rue. Ela nos mostrou um lado completamente diferente de si do que conhecemos e isso é ótimo! Uma performance que dá vontade de aplaudir de pé ao final de cada episódio, mostrando todo o talento que tem.

Outros famosos assistem a série (como Leonardo DiCaprio) e já esperam indicações ao Emmy, tanto pela série em si quando pela performance de Zendaya e Hunter Schafer, que também deu um show de atuação como Jules. Na verdade, é difícil não ver o talento em todos os atores dessa série.

2. Assuntos abordados

Apesar de Rue ser a principal, ela não é a única a ter sua história contada na série. Não há apenas seu problema com drogas, mas também tem a história Maddy em um relacionamento abusivo, o de Nate (Jacob Elordi), namorado de Maddy e a explicação de como virou esse tipo de pessoa e sua obsessão por Jules. Temos a história do pai de Nate, Cal (Eric Dane), e seu “relacionamento” com homens e mulheres menores de idade. Kat e o bullying que sofre, entre diversos outros assuntos.

A série foi colocada por muitos como algo “muito chocante”, porém, de um jeito, ela apenas retrata a realidade. Retrata como relacionamentos abusivos, vício em drogas, sexo, depressão, adolescência, e várias outras coisas consideradas tabu são vistas pela sociedade. Temas atuais que muitas vezes são ignorados, e necessitam de um “choque” para que as pessoas comecem a prestar atenção.

1. Amor

Sim, Euphoria retrata, de diversas maneiras diferentes, desastres, tristezas, angústias, medo, perdas… Mas também mostra que, se olharmos ao nosso redor, veremos que temos pessoas que se importam. Rue sofre com a perda de seu pai, isso é claro. Porém, sua irmã e mãe continuam ali, tentando a ajudar, se preocupando e a amando a todo momento.

Ainda nos referindo a Rue, Jules também é uma grande parte de sua vida. As jovens criam uma amizade, se apaixonam e o relacionamento entre as duas se mostra sendo algo de carinho e respeito mútuo.

Kat Hernandez (Barbie Ferreira) também dá uma aula sobre amor. Ela sempre foi a zoada na escola por seu peso, corpo e roupas. Após um vídeo íntimo seu ser vazado na internet, ela acaba usando aquela oportunidade para se aceitar do jeito que é, o que faz com que novas amizades floresceram. Claro que, mesmo dizendo que não se importa com o que dizem, ela se importa e muito sobre isso, mas sua trajetória durante a primeira temporada da série mostra que o amor próprio é sempre o mais importante.