anime

Sinopse: Iwatani Naofumi foi convocado para um mundo paralelo junto com outras 3 pessoas para se tornarem os Heroes do mundo. Cada um dos heróis ao serem convocados recebeu um equipado lendário dado aos Heroes que salvariam aquele mundo. Naofumi passou a receber o Legendary Shield, o único equipamento defensivo, enquanto os outros receberam armas capazes de atacar.

Devido à falta de carisma e experiência de Naofumi, ele acabou com apenas um único companheiro de equipe, uma mulher bonita, enquanto outros tiveram vários. Infelizmente, no terceiro dia, Naofumi foi traído, falsamente acusado e roubado pela sua unica colega de Equipe. Após o decreto do Rei, vários rumores falsos se espalharam por toda parte sobre o Heroi do escudo. Agora Naofumi terá que lidar com uma vida difícil sendo odiado em outro mundo, em quanto luta para sobreviver e se fortalecer.

Meu Deus do céu, Troféu Alternativa Nerd de Anime do Semestre para The Rising of the Shield Hero !!!! Ainda não acabou, mas como tem uma galera que prefere esperar acabar para maratonar, indico a já maratonar e acompanhar os últimos episódios quando sair! Essa história aqui é cativante por um motivo muito simples, já no primeiro episódio você já fica loucamente ansioso para ver como uma pessoa vai se ferrar nesta história, e o desenrolar disso é de passar raiva, não tem como assistir a saga de Naofumi e não sentir o que ele sente, e não sentir a raiva dele e só de ouvir a voz da dona fulana é motivo de querer quebrar a tela do computador, é exatamente isso !!!

 

Olha o sorriso de quem vai estragar a vida de alguém !

 

A história começa com Naofumi no mundo real entrando numa biblioteca e abrindo um livro que altera seu destino para sempre, ele mergulha na história do livro junto com outros 3 rapazes para serem os herois deste mundo ameaçados por uma profecia… Acontece que a profecia é real, a partir do momento que os 4 aparecem no Reino Melromarc, cada um vira heroi de uma arma, temos o heroi da lança, o heroi do arco, o heroi da espada e, Naofumi se torna o único heroi com uma arma de defesa, e já começa com motivos de piadas e bullying (piadas infames como “você é espada ou bainha?” e por aí vai)… Ao se apresentarem ao Rei, o cara finge que o heroi do escudo não existe !!! Sério mesmo !!

Imagina que o Rei ordena que os herois tenham aliados e dizem para um grupo de cavaleiros fazerem uma fila ao heroi que quer servir, daí Naofumi olha para trás e não vê ninguém com ele, motivo de risos do público. Na hora de entregar um dinheiro inicial, entrega o dinheiro para os três e não quer dar o capital inicial para Naofumi, mais um motivo de risos do público… Então aparece uma ruiva ‘muito linda’ dizendo que vai se aliar ao Heroi do Escudo e que serão uma grande dupla de aventura, ele olha e conversa com ela todo feliz com aquele jeitinho fofo dela, depois de uma insistência ao rei, entrega-lhe moedas (menos do que os outros) para iniciar a jornada… Mas, ela deu um golpe nele, roubou dinheiro, armadura, roupa, tudo, deixou ele com absolutamente nada, Naofumi perdeu tudo, além dela relatar ao Rei que foi abusada pelo “Diabo do Escudo’ , a cidade passa a odiar Naofumi e ele passa a viver a Síndrome de Van Gogh nessa cidade…

O ódio de Naofumi sobressai de tal maneira que ele fica cego pra tudo, só em busca de calar os críticos… Pra piorar a situação, o Heroi do Escudo não pode tocar numa espada, a arma repele, então ele aprende como manusear seu escudo… Pra falar a real, muuuuuuuuita gente já desistiria aí, porque é uma pressão absurda o sentimento de uma cidade contra você, mas Naofumi botou na cabeça que vai dar um tapa na cara com um luva do Michael Jackson na cara de todo mundo no final e é isso aí, antes só que mal acompanhado, deixe o ódio fluir e é nois!! Até conhecer um vendedor de escravos e encontrar uma demi-humana, uma garota tremendo de medo, de todos os escravos que podem ser potencialmente fortes, de todos os montros ali que ajudariam a vencer facilmente essa luta, ele escolhe ela…

 

Resultado de imagem para tate no yuusha no nariagari
Desvendando os segredos do escudo !

E então surge um romance na contra-mão da cidade, mesmo que Naofumi seja um grosso sequelado pela ignorância ao seu redor, ele cuida e treina a Raphtalia de uma maneira doce, como um casal de verdade, ensina ela a atacar, a sobreviver, a vencer seus medos e traumas, a superar a dor do passado, a matar seus monstros internos, mesmo que ele nunca admita, ele mima ela como ninguém… Então ela vira sua espada. O Escudo possui poderes místicos que só quem pesquisa à fundo consegue compreender, é bem apelão alguns poderes, aprende a fazer veneno, remédios, saem pelo ‘mapa do jogo’ em busca de melhorias de level e cumprir sua missão antes de retornar ao seu mundo…Embora a história seja com 4 herois, essa facada logo no início com Naofumi faz a trama focar apenas no heroi do escudo, que convenhamos, os outros podem ser fortes, mas nenhum teria história digna de protagonismo quanto Naofumi, fora que o Heroi da Lança se torna o namorado da mesma garota que deu um golpe nele, aumentando ainda mais seu ódio até pelos herois… Naofumi na primeira grande invasão que destruiria um vilarejo salva o vilarejo na frente dos habitantes, então mesmo que o Rei nunca admita, aquele povo que viu isso diz a ele que serão eternamente gratos por isso. E a saga segue, não vou detalhar pra não estragar sua maratona, mas Naofumi luta contra manipulação de mídia, armam situações em que ele salva uma garota de um ataque dos próprios soldados do reino e, após esse ato, os mesmos soldados expõe para todo mundo vídeos cortados e moldados de maneira que parece que o Naofumi atacou eles e sequestrou a garota ~ ridículo né? ~

Para ser mais sensacionalista nessa obsessão em ridicularizar e exterminar o Heroi do Escudo, a Igreja da cidade chama-se “Igreja dos Três Poderes”, onde pregam o heroismo do Heroi da Lança, da Espada e do Arco, ~ patético né? ~ onde o Papa e os Sacerdotes cultuam a demonização do Heroi do Escudo, então imagina você entrar na Igreja e a religião da cidade pregar para a população inteira que você é um herege maldito, inventando histórias e motivos… É lutar contra os soldados, contra o Rei, contra os religiosos, contra todo mundo! E até contra os figurantes que são completamente alienados nessa manipulação de mídia, justiça e religião…

 

Resultado de imagem para the rising of the shield hero
Ele cuida dela como parseira de vida !

 

Depois de um certo episódio, dá gosto de ver como essa história vai sendo escrita, porque nem a mentira do mais poderoso pode ser mantida para sempre… O vilarejo dos demi-humanos, onde Raphtalia nasceu era um vilarejo que pregava o heroismo do antigo Heroi do Escudo, mas este vilarejo foi invadido e tomado, os demi-humanos se tornaram escravos e muitos morreram, é bonito ver a Raphtalia revendo coisas que traumatizava e aprendendo com essa dor (mesmo que seja absurdamente surreal), agora é chato que ela é considerada ‘escrava’ do Naofumi, mesmo que ele não trata como escrava e sim como parceira de aventura, aos olhos do povo… O Heroi da lança junto à sua namorada tenta separar os dois, até o Rei quer separar os dois, fazendo a cabeça dela de besteiras de lavagem cerebral e que é um absurdo ele ter uma escrava, tudo porque esses babacas querem ver é o Naofumi sozinho, eles SEMPRE querem tirar tudo o que o Naofumi tem, É RIDÍCULO !!! Mas ela é muito mais que isso e quebra a cara de geral.

Mano, eu contei de maneira muuuuito superficial, pode ser que você leia e ache que eu contei spoilers, mas vai por mim, quando você ver, vai se orgulhar muito por eu ter abafado todos os possíveis detalhes da história, com toda certeza, eu acho difícil algum anime novo desse ano bater essa história aqui! #SóAssistam