Sua dose diária de Notícia Nerd

Vingadores: Ultimato | A maior obra cinematográfica já feita! (Crítica com Spoilers)

Não é apenas uma crítica, é um adeus a essa era gloriosa.

Não é à toa que em menos de 14 dias, Vingadores: Ultimato tenha alcançado recordes absurdos em bilheterias e ainda conquistado 2 Bilhões para os cofres da Marvel Studios e Walt Disney Company. Independente do que o mundo esperava ou não, o sucesso do último filme com os Vingadores que conhecemos é inevitável.

Desde o início, conseguimos sentir que o filme não é apenas a conclusão de uma história, mas também uma despedida dos rostos que conhecemos e que convivemos durante todos esses 11 anos. Uns chegaram mais tarde, porém são tão importantes quanto outros que estão desde o começo.

O time do filme foi perfeito, na verdade, o público em nenhum momento parecia ter ficado com tédio e nem perceberam que havia se passado 3 horas de suas vidas ali sentados na frente do telão do cinema, assistindo essa obra impressionante.

No início, a vingança se torna a prioridade, trazer os seus companheiros e entes queridos é o mais importante. Com Tony e Nebulosa na terra, salvos pela Capitã Marvel, e o resto dos Vingadores sobreviventes já sabendo o paradeiro de Thanos, sabíamos o que aconteceria a seguir. Sabíamos?

Para aqueles que reclamavam que os longas da Marvel tinham cenas de ação infantis demais, o momento em que Thanos é atacado pelos Vingadores sobreviventes quebra esse padrão. Naquele momento, enxergamos o fim da esperança de trazer todos que foram mortos de volta a vida e podemos ver Thor com sangue nos olhos arrancando ferozmente a cabeça do Titã.

Superação, menos ação agora, mais sentimentos. Nossos heróis tentando seguir em frente, mas todas essas cenas, mesmo pacatas, tinham um propósito de preparar o público para o que iria acontecer a seguir. Era uma forma de despedida, seria a jogada final agora.

A viajem no tempo acontece, nessa etapa temos finalmente momentos cômicos, divertidos e cheios de ação, porém perdemos o nosso primeiro Vingador, a agente Romanoff, nossa Viúva Negra. Ela não teve cenas de ação. no longa todo o seu esforço foi apenas para o sacrifício. Para conseguir a joia da alma. Um tempo curto para se recuperar de sua morte, porém no longa dá para entender que eles precisam correr para desfazer o estalo de dedos. Até porque, o Thanos do passado descobriu o plano.

O momento épico do longa se inicia agora. O plano deu certo, mas não conseguimos saber direito, pois Thanos invade o futuro com as suas tropas. Temos o trio, Capitão América, Homem de Ferro e Thor lutando contra o Titã. Mas nada supera quando finalmente vemos Capitão América levantando o Mjolnir.  Foi a cena que impactou o público no cinema, mas o momento extraordinário ainda não havia chegado.

De repente, quando tudo parecia meio sombrio, todos os heróis do Universo Cinematográfico da Marvel aparecem no campo de batalha. A trilha oficial dos Vingadores começa. Todos reunidos agora para a batalha final.  É a hora que todos levantam das suas cadeiras e gritam de emoção. A impactante cena fez o cinema se transformar em um estádio de futebol. Parecia que havia milhões de pessoas gritando em uma sala só. Naquele momento, eu não tinha dúvidas, essa era a maior obra cinematográfica já feita em toda a história do cinema.

O desfecho foi impressionante. É claro que há algumas coisas que não ficaram claras, como em relação a viajem do tempo, quando Loki desaparece com o Tesseract, como foram devolvidas as joias, principalmente a da alma e a forma confusa que Bruce e Hulk se fundiram. Porém, já anunciaram que foi proposital algumas pontas soltas e algumas vão ser respondidas no futuro, outras simplesmente não apareceram por simplesmente falta de tempo e preferiram deixar como ficou.

Mesmo assim, o filme ao todo teve um equilíbrio de informação excelente. Quando há muitos personagens e muitas histórias envolvidas em um longa-metragem só, tem o risco de ficar muito confuso e com as cenas muito corridas, o que pode estragar o filme. Porém, os Irmãos Russo e os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely trabalharam com maestria o time das informações, transformando Vingadores: Ultimato em uma obra espetacular.

Os únicos pontos negativos foi a falta de algumas cenas que estávamos esperando em Ultimato. Como por exemplo, a revanche entre Thanos e Hulk. Em Guerra Infinita vimos Hulk sendo humilhado por Thanos e os fãs esperavam a revanche, porém quem teve a chance de se vingar foi apenas a Feiticeira Escarlate. Mesmo o Dr. Hulk sendo menos bruto, ele tinha a inteligência de Bruce, o que tornaria interessante a luta entre os dois Titãs.

Ainda teve as poucas cenas de Capitã Marvel, que foi muito comentada pelos fãs, pois atualmente ela é a mais poderosa do Universo Cinematográfico da Marvel e pareceu ser inútil a presença dela. Porém não se tornou tão incomodo a falta dela. Poderia ser um dos pontos negativos, mas, conseguimos entender que ela apareceu apenas para ajudar, não para tomar conta da situação. A forma como a Capitã Marvel apareceu ficou na medida certa, pois se estivesse participado mais poderia ter ofuscado o momento dos heróis Homem de Ferro e Capitão América. Poderia até ter tido uma cena mais longa da Carol contra Thanos, mas sabemos que a hora dela de brilhar virá depois, na próxima fase do UCM.

Vingadores: Ultimato foi o fim de uma fase maravilhosa que todo mundo acompanhou. Essa jornada foi construída antes mesmo de Robert Downey Jr. ser escalado como Tony Stark, antes da Disney comprar a Marvel, antes mesmo dos filmes de heróis se tornarem populares. Crescemos juntos com todos esses personagens que mudaram as nossas vidas e consequentemente mudamos as deles também.

Tudo chega ao fim, infelizmente, mas pelo menos foi uma aventura emocionante. Custou 48 horas e 11 minutos das nossas vidas, somando o tempo de filme mais as cenas pós-crédito. Custou brigas para comprar ingressos nas melhores cadeiras, comprar roupas e itens para ir customizado ao cinema e muito dinheiro. Mesmo assim, tenho certeza que todos os fãs fariam tudo de novo, porque valeu a pena.

Agradeço a toda equipe da Marvel Studios, ao elenco e a Disney também que trabalharam com amor e carinho nessa saga tão maravilhosa. Eu amo esse universo mil milhões, ou melhor dizendo, amo 3 mil milhões.

Obrigada, Stan Lee. Eles conseguiram, o filme é um sucesso.

Sinopse oficial de Vingadores: Ultimato:

“Depois dos devastadores eventos de Vingadores: Guerra Infinita, o Universo está em ruínas por conta dos esforços do Titã Louco, Thanos. Com a ajuda dos seus aliados restantes, os Vingadores devem se reunir mais uma vez para desfazer as ações de Thanos e restaurar a ordem do universo de uma vez por todas, não importa as consequências que os esperam”

Vingadores: Ultimato será estrelado por Robert Downey Jr. (Homem de ferro), Chris Evans (Capitão America), Josh Brolin (Thanos), Scarlett Johansson (Viúva Negra), Chris Hemsworth (Thor). Jeremy Renner (Gavião Arqueiro), Brie Larson (Capitã Marvel), Danai Gurira (Okoye), Evangeline Lilly (Vespa), Paul Rudd (Homem Formiga). Karen Gillan (Nebula), Mark Ruffalo (Hulk), Don Cheadle (Máquina de Guerra), Bradley Cooper (Rocket Raccoon).

Vingadores: Ultimato já estreou nos cinemas brasileiros.

Leia Mais – Vingadores Ultimato.